Dia a dia Política Posts em destaque

Atual licitação das passarelas está por um fio e 4ª empresa é chamada


  •   
  •  

Sapiranga – Segue totalmente indefinida a execução, construção e uma futura entrega da passarela de pedestres junto à Calçados Beira Rio, no KM-29,6 da RS-239. Das quatro empresas habilitadas para a construção da travessia, três foram desclassificadas após demorados processos de análise de documentação e de constestações das próprias empresas envolvidas. Esta semana, a EGR convocou a quarta colocada – a empresa Trilha Engenharia Ltda EPP, de Santa Catarina, para que a equipe da EGR possa analisar as planilhas financeiras e toda a documentação de habilitação da empresa.

O diretor-presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes, explica que a demora em definir a empresa ocorre devido aos problemas de ordem legal e que podem ocorrer em um processo licitatório. “Casualmente, ocorreu nesse processo. Para nós é muito ruim tudo isso”, admite Nunes. Até o momento, foram desclassificadas as empresas DW Engenharia, a Sociedade Geral de Empreitadas e a Ideal Terraplanagem, esta última, excluída do processo por não ter comparecido para assinar o contrato.



Nova licitação atrasaria ainda mais o início das obras

O presidente da EGR reforça que o Estado não contratará, por hipótese alguma, a quarta colocada por um valor maior do que foi ofertado pela primeira colocada. Questionado sobre a possibilidade de reabrir um novo processo licitatório, Lídio Nunes disse que caso isso ocorra, será com as mesmas condições do atual processo. “O processo eleitoral não nos atrapalhará e não tem interferência nenhuma. A EGR continua executando as suas obras e não estamos vinculados a esse processo eleitoral. O governo não pára e continuamos trabalhando”, explicou Nunes.


No entendimento de Nunes, o encaminhamento de um novo processo licitatório seria rápido. “Teremos que seguir os prazos legais de publicação que é de 15 dias úteis. Não podemos fugir do que a lei determina. Mas, caso isso ocorra – a necessidade de lançar uma nova licitação – a EGR pretende fazer no menor espaço de tempo. Um fato é certo e concreto: a EGR garante a construção da passarela, pois existem recursos financeiros assegurados para a sua execução. Aquilo que foi prometido será rigorosamente cumprido. Sobre a segunda passarela – entre a Vila Irma e o bairro Oeste, também em Sapiranga, Lídio disse que o edital para a contratação da empresa deve sair nos próximos dias.

Texto e foto: Deivis Luz

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 91
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse