Dia a dia Entretenimento

Atrações do gênero gospel sobem ao Palco Multicultural da Festa das Rosas nesta quinta-feira, dia 15


  •   
  •  

Sapiranga – Jesiel Dias, às 19h30, e Kathleen Bertelli & Banda, às 20h45, serão as duas atrações gospel deste ano da Festa das Rosas. Ambos se apresentam na quinta-feira, 15, no Palco Multicultural. A noite, diferente de anos anteriores, não será inteiramente dedicada aos artistas gospel. Doc Jones, banda de Heavy Rock, com influências de Heavy Metal, Hard Rock, British Metal e Rock n’ Roll, se apresenta às 18h e o sertanejo Robson Santos, às 22h, no mesmo dia e palco.

Jesiel Dias, que se apresenta às 19h30, contou ao Repercussão que se descobriu compositor aos 17 anos, mesmo, à época, ainda sem saber tocar nenhum instrumento. Natural de Gramado, Jesiel veio para Sapiranga com a família, quando tinha 12 anos. “Em meados de 1996 fiz parte do DTG Raízes e nesta mesma época fundamos a banda Tchê Moçada”, relembra o cantor.



Já a jovem Kathleen Bertelli, de 17 anos, que sobe ao palco às 20h45 acompanhada de sua banda, começou a cantar ainda criança na igreja do pai, o que a incentivou a seguir na carreira. Natural de Caxias do Sul, Katlheen se mudou para Sapiranga aos 9 anos. “Costumo dizer que o show não é eu que faço, mais sim Deus”, declarou à redação.

Artistas locais do cenário gospel apresentarão músicas autorais em shows que prometem emocionar os presentes
“Comecei a cantar quando era pequena, sempre soube que era isso que eu queria. Meu objetivo é fazer com que as pessoas sintam o amor de Jesus através das minhas canções”, declarou Kathleen, sobre sua expectativa para o show na Festa das Rosas. Dentre as canções que irá apresentar estão Deixa Queimar, Quando Ele Vem, Lindo És, Aquieta minha alma e Vitória no Deserto. Em dezembro, a jovem lançará sua nova música, pela Jotasete Records.

Jesiel, após o projeto com a banda Tchê Moçada, se mudou para Porto Alegre, onde gravou dois álbuns autorais, em 2000 e 2008. Em 2011 abandonou a música para atuar em outro segmento. “Em 2015, com o desejo de ficar mais perto da família, voltei a morar em Sapiranga, onde estou até hoje”, revela o cantor, que em 2017 conheceu o Pastor Walter Azevedo, da Primeira Igreja Batista, no Município. “Foi através da amizade e do acolhimento desta igreja que eu encontrei sentido e propósito para resgatar a musicalidade que, por muitos anos, esteve abandonada em minha vida”, declara.


Hoje, Jesiel se declara um missionário gaúcho. “Me dedico integralmente ao ministério, viajando por todo o Brasil, usando os elementos da cultura gaúcha para comunicar o amor de Deus”, destaca. Para o show da festa, ele apresentará algumas composições do último álbum, terceiro da carreira, intitulado Desperta Rio Grande. “Além de composições autorias, o público também poderá relembrar alguns clássicos do acervo musical da igreja”, destaca o músico.

Jesiel Dias, com músicas tradicionalistas, e Kathleen Bertelli & Banda representam estilo

 

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 165
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse