Dia a dia Posts em destaque

Ar-condicionado fica de fora da licitação do transporte em Sapiranga


  •   
  •  

Sapiranga – Ocorre na quarta-feira, 12, a entrega dos documentos de empresas interessadas na execução do transporte coletivo municipal de Sapiranga. Nesta data, as empresas com interesse em participar da licitação deverão entregar os documentos descritos no edital 009/2018 na Sala de Licitações da Prefeitura.

Com a finalização do processo, é possível que uma nova empresa atue no transporte público da cidade, que utiliza há décadas a mesma empresa de ônibus.



A concessão para atuação, após escolhida a empresa que ficará responsável pelo transporte, será de dez anos, podendo ser renovada por mais dez, desde que a prefeitura seja notificada um ano antes do vencimento do primeiro prazo.

Com este novo processo, a intenção é proporcionar mais conforto aos usuários do transporte público, e iniciar com a oferta de linhas em locais até então desassistidos.

Prefeita avalia processo

A prefeita de Sapiranga, Corinha Molling, avalia o processo licitatório e explica que ele foi proposto devido a necessidade do município. “Com o desenvolvimento de Sapiranga e a expansão da cidade, surge a necessidade da comunidade se deslocar entre as localidades e o transporte circular com as novas linhas visa maior mobilidade aos usuários do transporte coletivo, além de uma economia no tempo de deslocamento entre trajetos”, disse a prefeita.

O que permanece e o que entra

Dentre as novidades previstas para a atuação da empresa vencedora do processo licitatório, está a criação da meia passagem estudantil, que garantirá ao estudante que não for contemplado com linha direta ou próxima de sua residência até a escola, se deslocar com o ônibus da sua linha até um local onde passa a linha estudantil e pagar somente uma passagem, desde que esteja devidamente documentado e dentro do horário de aula.

Para isto será necessário realizar um cadastro junto ao município para receber um cartão a ser confeccionado pelo Departamento de Mobilidade e Segurança.


O valor máximo estabelecido para a passagem de ônibus será de R$3,50.

A empresa vencedora também deverá possuir no mínimo 10 ônibus (com no máximo 16 anos de vida útil). O edital não prevê a necessidade da empresa oferecer ar-condicionado nos veículos.

Porém, eles deverão contar com leitor de bilhetagem eletrônico. Consequentemente serão necessários cartões-passagem, a serem confeccionados e recarregados pela empresa vencedora.

Outro ponto, o da gratuidade da passagem, permanece, conforme decreto municipal 6.290, de 27/02/2018, em que deficientes físicos, mentais, auditivos e visuais comprovadamente carentes, idosos com idade igual ou superior a 60 anos, com carteira expedida por Sapiranga e idosos com idade igual ou superior a 65 anos, gozam do direito ao benefício.

Texto e fotos: Taylor Abreu

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 570
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse