Dia a dia

Agricultura de Nova Hartz trabalha em conjunto com Emater


  •   
  •  

Departamento incentiva o desenvolvimento da fruticultura e aguarda chegada de maquinário

Nova Hartz – “Voltar a fomentar a agricultura, com a instabilidade do comércio, é muito difícil. Nós não temos mais produtores rurais como alguns municípios que nunca deixaram de ser rurais”, ressalta o diretor do Departamento de Agricultura de Nova Hartz, Clauricio Hagen, explicando que com a indústria calçadista, muitos agricultores deixaram de produzir para trabalharem nas fábricas. Hoje, pós crise do calçado, é preciso uma retomada dessa produção agrícola. Em Nova Hartz, o trabalho ocorre em conjunto com a Emater, visando uma melhor assessoria aos pequenos agricultores. “Tudo que a gente faz, a gente troca ideia, um completa o outro, porque se a gente tem uma entidade dessa no Município, tem que fazer participar e ser participativo”, ressalta Hagen.



Desde que assumiu o departamento, a convite do prefeito, Flavio Jost, e após cerca de 18 anos já aposentado como secretário da agricultura da cidade, Foguinho, como é conhecido em Nova Hartz, ressalta que a primeira coisa que priorizou foi trabalhar na reforma do pavilhão onde os agricultores vendem seus produtos. Além do pavilhão, também está sendo priorizado o projeto da Rua Coberta em frente ao Museu da cidade, na travessa entre a avenida e a sociedade. “Projeto está pronto, para darmos condições pro pessoal colocar banca lá no sábado de manhã e vender o produto. Falta a liberação da verba para o galpão e rua coberta. Ainda não temos previsão, envolve muita coisa”, explica o diretor.

Noz-pecã é destaque
A cidade hoje não tem um produto principal entre os agricultores. O que vem sendo implementado e aceito entre os produtores, é o plantio da noz-pecã. “Está tendo uma boa receptividade porque é uma cultura que hoje o próprio estado está incentivando. Muitos produtores compraram essa ideia. Muito bom porque nosso clima e solo é propício para isso”, ressalta Foguinho. O crescimento desta cultura na cidade se revela a partir dos dados anuais. Em 2016 eram 12 hectares plantados, 2017 mais sete, e 2018 mais nove, totalizando 28 hectares de plantações de noz-pecã.

Plano de desenvolvimento rural
– Dentre as campanhas estabelecidas pelo Plano Municipal de Desenvolvimento Rural está a Campanha de Formação de Pomares Domésticos. Foi visando esse objetivo que no último dia 18 foram entregues 692 unidades de mudas frutíferas aos agricultores do município. “A gente intermedia o negócio junto ao viverista. Agricultores vêm aqui, fazem o pedido, e com o comprovante de pagamento a gente faz o pedido”, explica o diretor. A fruticultura como um todo também é incentivada porque, segundo Marta Levien, da Emater, a topografia da terra é mais propícia para esse tipo de cultivo. “A banana tem bom mercado. As culturas anuais é mais aipim, que dá um bom rendimento, segura bastante o solo e nao precisa de tanto preparo”, pontua.


– Hoje, 17 pequenos agricultores estão cadastrados para o fornecimento de merenda escolar. “A legislação obriga a comprar 30% da agricultura local, aqui é um pouco mais”, ressalta Marta. A nutricionista do município acompanha a entrega semanal dos produtos, que passam por controle de qualidade. “Toda entrega para as escolas têm um controle, de qualidade fitossanitária, e se realmente é da agricultura familiar”, explica a representante da Emater.

– A patrulha agrícola do município está sendo renovada, já que, anteriormente, o serviço era terceirizado. Estão sendo adquiridos equipamentos de pequeno e médio porte, adequados para a necessidade local. O trator com dois implementos (subsolador e roçadeira) já chegou, assim como um batedor de grãos e um descascador de arroz. A expectativa para esse ano é a chegada da grade de disco, arado de disco, um carroção para 5 ton, moto bomba a gasolina, roçadeira articulada, entre outros equipamentos.

Texto e fotografia: Sabrina Strack

Diretor do departamento, Clauricio Hagen, Marta Levien, da Emater e Dagoberto Vercino completam a equipe do
departamento de agricultura de Nova Hartz

 

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 44
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse