Ciência e Tecnologia

Fábrica do Grupo Arezzo se transforma em laboratório em parceria com a Feevale



  •   
  •  

Projeto | Aulas práticas do curso de Engenharia da Produção ocorrem na empresa

Acadêmicos do curso de Engenharia de Produção da Universidade Feevale iniciaram aulas práticas dentro das instalações do Grupo Arezzo, em Campo Bom.

Uma parceria inovadora entre a Instituição e a empresa calçadista resultou na transformação do parque fabril em um verdadeiro laboratório prático para os alunos da disciplina de Planejamento e Controles da Produção I do curso de graduação. Por meio dela, os acadêmicos farão coletas de dados e de informações dentro de uma das fábricas do Grupo Arezzo, levantando problemas e, no final do semestre, sugerindo soluções.

De acordo com Felipe Morais Menezes, professor da disciplina e coordenador do curso, o objetivo dessa iniciativa é fazer com que os acadêmicos experimentem na prática o que aprendem na teoria. “A empresa apresentou algumas demandas internas referentes ao processo produtivo e o desafio dos estudantes será propor soluções para essas necessidades com base nas aulas teóricas. Além disso, levaremos uma visão diferente para a empresa, propondo soluções que muitas vezes não são pensadas por quem já está envolvido no processo produtivo”, salienta. Com isso, segundo ele, será possível aproximar alunos e empresa, gerando aprendizagem através da solução de problemas.

Para o diretor industrial do Grupo Arezzo, Cisso Klaus, muito se fala em integração das empresas com a sociedade, mas na prática pouco é feito. “O que estamos fazendo é justamente promover essa aproximação, uma vez que a única maneira das empresas se desenvolverem e, consequentemente fomentarem a economia, é estando integradas à comunidade onde estão inseridas. Para isso, firmamos parceria com a Universidade Feevale, a fim de integrar conhecimentos teórico e prático para beneficiar a todos os envolvidos”, ressalta.


Feevale orienta e Grupo Arezzo apresenta desafios aos estudantes

Dentro da proposta do projeto, baseado nas metodologias ativas, tanto a Universidade quanto a empresa são fundamentais para garantir a aprendizagem dos estudantes. Em suma, a Feevale entra com o embasamento técnico para a experimentação prática, por meio da orientação do professor para a seleção dos desafios, análises in loco, tutoria em sala de aula para o desenvolvimento de propostas e análise técnica e processual para implantação da solução. Já o Grupo Arezzo abre suas portas, oferecendo um banco de desafios para melhorias na produção, com a apresentação dos problemas de produção, recepção da turma para análises in loco, disponibilização de informações para desenvolvimento das propostas e análise técnica e de viabilidade das propostas para a implantação das soluções.

Crédito da foto: Imprensa Feevale

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse